"Presidência da Primária da Estaca Jaraguá "

Presidênte : Marília Brito

1º Cons: Ana Paula Paulino

2º Cons: Daisy Oliveira



terça-feira, 31 de agosto de 2010




Quarta Feira, 25 de agosto de 2010
Tributo á fundadora da Primária
Hoje, 25 de agosto de 2010, a organização para as crianças de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, completa 132 anos de existência graças a uma mulher excepcional e inspirada.

Aurélia Spencer Rogers já tinha muitas responsabilidades e afazeres, mas com uma grande percepção acerda das necessidades das pessoas e uma visão de futuro muito aguçada, arranjou tempo para preocupar-se com os pequeninos.

Não poderíamos deixar de especialmente hoje, fazer-lhe uma pequena homenagem e expressar nossa gratidão por ter "agido" em vez de apenas "se preocupado".

Mulheres, assim como os homens são contados entre os fiéis do Mormonismo. Aurelia Spencer Rogers, foi uma mulher útil e notável. Filha linda e perfeita de Orson Spencer e Catherine Spencer.
Quando Aurélia Spencer nasceu em Deep River, Connecticut, em 4 de outubro de 1834, seu pai estava servindo naquela aldeia como um pastor batista. Sete anos depois, graças aos esforços de seu irmão Daniel, Orson Spencer filiou-se a Igreja, e em outono de 1841 mudou-se para Nauvoo.

Aurélia morou em Nauvoo dos sete anos de idade até depois de seu décimo primeiro aniversário. Teve algumas memórias agradáveis de sua vida lá. Uma delas era uma recordação clara do Profeta Joseph Smith e das suas freqüentes visitas à casa Spencer.

Após a morte do profeta, Orson Spencer seguiu a liderança do Presidente Brigham Young, e em fevereiro de 1846, partiu de Nauvoo, no êxodo para o Ocidente com sua esposa, Catherine, e seus seis filhos.

Após uma viagem de algumas semanas, em Iowa, na neve e frio,a mãe de Aurelia, Catherine Spencer morreu. "Minha mãe estava mal preparada para resistir ao frio e estradas irregulares", escreveu Aurélia. "Ela afundou-se, e os efeitos de um forte resfriado... e logo morreu."

Orson Spencer ficou com seis filhos, Ellen, a mais velha, tinha de 13 para 14 anos, tomou conta do pequeno grupo, com o auxílio de Aurélia, 11 anos, e a viagem continuou.

Poucos meses depois, no Bairro de Inverno, onde eles haviam estabelecido uma residência temporária, o pai dela, Orson, foi chamado para servir como presidente da Missão Européia. Junto com seus cinco irmãos e irmãs, ela cruzou as planícies, dois anos depois e se estabeleceram em Salt Lake City, onde seu pai se juntou a eles, em setembro de 1849.

Aurélia iniciou sua preocupação com as crianças através de um longo aprendizado na maternidade" (Madsen, p. 1). Na idade de doze anos, ela e sua irmã mais velha, Ellen, cuidavam dos quatro irmãos menores, quando sua mãe morreu e seu pai foi chamado pelos líderes da Igreja para a cabeça do trabalho missionário na Grã-Bretanha. As crianças viviam em sua própria base de inverno, Nebraska, com provisões limitadas e, em seguida, fez a árdua viagem para a bacia do Grande Lago Salgado.

Aos dezessete anos casou-se com Thomas Rogers. Através dos próximos vinte e dois anos, ela deu à luz a doze filhos, dos quais apenas sete sobreviveram à infância.

Quando três crianças morreram em sucessão, ela se desesperou e quase perdeu a sua fé e crença em Deus, mas uma carta de seu pai veio a mente e ajudou a superar gradualmente o seu mal-estar. Devido à perda de crianças, aumentou sua sensibilidade para a preciosidade da vida e para a importância de encorajar os jovens.

Thomas e Aurélia Rogers viveram sua vida dee casados, em Farmington, Utah, uma comunidade de trinta quilómetros a norte de Salt Lake City. Observando a turbulência das crianças na rua, Aurélia Rogers perguntou se poderia haver uma organização formada para ensiná-los melhor comportamento e valores morais e espirituais. Ela trouxe a questão à atenção da Eliza R. Snow, presidente da Sociedade de Socorro, que partilhou a sua preocupação e, posteriormente, ganhou o apoio de líderes da Igreja.

Em 11 de Agosto de 1878, ela reuniu os pais, para explicar a importância da nova organização. No domingo, 25 de agosto, a Irmã Rogers começou a trabalhar na Primária de Farmington Ward. Organizou as crianças em seus grupos de idade, com o filho mais velho em cada grupo, servindo como um monitor. Irmã Rogers disse então que as crianças sejam obedientes a seus pais e professores e serem gentis uns com os outros.





Com suas conselheirss, Louisa Haight e Helen M. Miller, ajudou a organizar as crianças em grupos de idade e em 25 de agosto de 1878, realizou a primeira reunião preliminar, com 224 crianças presentes, dando início ao que é hoje um currículo totalmente desenvolvido para crianças.

Embora Eliza R. Snow e seus colaboradores imediatos tenha organizado a maior parte das primárias em todo assentamentos Igreja, um importante impulso veio do trabalho de Rogers no desenvolvimento da Primária em e perto de Farmington, pelo qual ela recebeu muitas homenagens. Em 1897, em reconhecimento do seu papel na fundação da primária, os filhos da Igreja, levantaram os fundos para publicar seu livro Life Sketches (1898).

No inverno de 1894-1895, Aurélia Rogers também serviu como um dos três delegados sufragista de Utah para o Sufrágio da Mulher Convenção em Atlanta, e participou da Segunda Trienal Congresso do Conselho Nacional das Mulheres em Washington, DC

Apesar de ter sofrido problemas de saúde por parte de sua vida, Aurélia Rogers costumava dizer: "A alegria e os pensamentos agradáveis ajudam a produzir a longevidade" (p. 298). Ela deve ter praticado esse princípio, já que viveu até os oitenta e sete anos. Morreu 19 de agosto de 1922.


Querida Irmã
AURÉLIA SPENCER ROGERS,

muito obrigada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tema da Primária

" E Todos os teu filhos serão Instruidos pelo Senhor e a paz de teus filhos será abundante 3:nefi 22:13 "